Em ato no Alemão, Lula promete comitês populares para debater políticas públicas nas favelas

Na data que também celebra o dia das crianças, famílias inteiras da comunidade foram prestigiar o ex-presidente

BdF – Na reta final rumo ao segundo turno, o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem focado a campanha em conversar com a população das favelas e periferias sobre seus projetos do futuro governo.

Nesta quarta-feira (12), dia de Nossa Senhora Conceição de Aparecida, padroeira do Brasil, Lula reuniu milhares de pessoas em uma caminhada pelo Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Na data que também celebra o dia das crianças, famílias inteiras da comunidade foram prestigiar o ex-presidente. Durante o trajeto, as pessoas entoavam palavras de ordem pedindo a volta de Lula à Presidência.

Para a população, Lula reafirmou seu compromisso em voltar a investir no desenvolvimento do Rio de Janeiro e em políticas públicas para as favelas e periferias através de comitês populares construídos pelos moradores.

“Nunca na história desse país um presidente investiu tantos recursos no Rio de Janeiro quanto eu, nunca um presidente construiu tantas casas populares”, afirmou Lula.

O candidato falou também da necessidade de investir em educação e cultura para que o Brasil possa voltar a ser reconhecido mundialmente.

“A gente vai recriar o Ministério da Cultura. […] Vamos criar um Ministério dos povos originários e vai ter indígena ministro desse país. E ninguém me diga que colocar dinheiro na educação é gasto, porque é investimento. O Brasil tem que ser exportador de conhecimento”, diz.

Lula no Alemão / Jéssica Rodrigues

O atual prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD) também participou do ato e lembrou aos presentes que durante o caminho percorrido “vimos apartamentos feitos pelo governo do Lula, vimos Clínica da Família, Vila Olímpica, Colégio Estadual”.

Para o prefeito, quando o Lula era presidente havia esperança. “A gente tinha projeto, política pública para os pobres, para o povo das favelas”, disse.

Em seu discurso, ex-presidente também criticou a falta de atenção do atual governo às favelas. “Eu duvido vocês encontrarem uma obra do Bolsonaro aqui, eu duvido encontrarem na Rocinha, eu duvido encontrarem uma obra em todo o estado.”

Apostando na vitória no segundo turno, Lula também afirmou que vai criar incentivos para pequenos e micro empresários e diminuir os preços do combustível e do gás de cozinha para o “o povo voltar a ter dignidade”.

“Eu daqui vou pra Bahia e vou dizer lá que o povo do Complexo do Alemão me garantiu que vamos tirar o Bolsonaro no dia 30 de outubro. Nós vamos ganhar as eleições”, finalizou.

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: