Lula derruba dólar e provoca onda de otimismo nos mercados (Entrevista aqui)

Declarações de Lula à mídia independente sobre reconstrução nacional e Alckmin acalmam mercado e Lula aproveita para falar sobre a importância do espírito fraterno do povo brasileiro na reconstrução do País que Moro, Bolsonaro e golpistas destruíram.

Com Brasil 247

A entrevista do ex-presidente Lula à mídia independente aconteceu nesta quarta-feira 19, em falou sobre a reconstrução nacional que será conduzida se eleito, o dólar opera em forte queda ante o real, em uma valorização da moeda nacional, nesta quarta-feira (19). Ele falou sobre sua possível aliança com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido). “Não há problemas” em tê-lo como vice, disse Lula, que não vê simbolismo no caso e sim a prioridade de derrotar Bolsonaro e para salvar o povo brasileiro.

Por volta de 16h30, a divisa americana tinha baixa de 1,69%, negociada a R $5,4659, após operar no patamar de R $5,52 por volta de 11h15. Existe ainda a percepção de um ambiente mais positivo para ativos de risco no exterior, com os recentes anúncios do banco central americano (Fed) sobre o aumento da taxa de juros nos EUA. A tendência é o dólar se valorizar.

Em relação à composição de alianças e federação partidária, assim como concessões nos estados, Lula respondeu: ” O PT não está fechado em suas candidaturas. O PT tem interesse que o PSB tenha direitos. Como o PT também tem direitos. Precisa apenas afinar a viola. A Gleisi está conversando, e vai conversar com o presidente do PSB. Eu ia conversar com o Kassab essa semana, mas o Kassab está com Covid-19. Se tem uma coisa que eu gosto de fazer é conversar. E você sabe que de uma boa conversa, sempre sai uma boa coisa”, disse o ex-presidente.

Ele afirmou que a reconstrução nacional passa principalmente pela reconstrução do espírito de fraternidade. “É possível a gente fazer isso, numa perspectiva de reconstruir uma coisa que o povo brasileiro tem demais, que é o afeto, que é uma coisa fraterna, solidária, ninguém precisa ficar brigando com ninguém. Ninguém precisa ter medo porque o Lula não é de perseguir ninguém. Eu não vou fazer com eles o que eles fizeram comigo, porque o meu compromisso é fazer para o povo, não é fazer nada contra os outros”, disse.

“Eu quero fazer as coisas para o povo. Se, ao terminar o mandato, eu for candidato e ganhar as eleições, e o povo tiver trabalhando mais, ganhando mais, comendo mais e estudando mais, o que eu quero? Morrer e ocupar meu espaço no céu, eu tenho o direito”.

“É assim que eu quero levar esse país. Esse país precisa de muita solidariedade, muito amor, muito carinho, muita alegria, e é isso que vamos construir”, completou Luiz Inácio Lula da Silva. Depois agradeceu à mídia independente dizendo que – “Eu quero mais uma vez agradecer a vocês, mas vocês não têm noção, Nassif [Luis], como vocês foram importantes para mim quando eu estava preso. Eu recebi um pen drive de vocês, e nunca vi tanto vocês como eu vi na cadeia”, disse.

Lula foi preso injustamente pela Operação Lava Jato, executada pelo ex-juiz suspeito Sérgio Moro, que destruiu milhões de empregos e gerou prejuízos inestimáveis à economia nacional, elegendo o atual chefe de governo, Jair Bolsonaro. Hoje ele tenta ser presidente sem nenhum projeto, a não ser atacar Lula permanentemente, mas pensa ele que o povo não é sábio e sabe de todo prejuízo que ele causou para o Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: