Influenciadora que recebeu dinheiro do governo Bolsonaro chora e se diz enganada

Influenciadoras choram após reportagem revelar que receberam dinheiro do governo Bolsonaro. “Eu não acredito em tratamento precoce dessa doença tão louca que está espalhada por aí”

Pragmatismo Político – A influenciadora Flávia Viana chorou e se desculpou após aceitar receber dinheiro do Governo Bolsonaro para fazer uma publicação que sugeria o tratamento precoce contra a covid-19.

“Eu não acredito em tratamento precoce dessa doença tão louca que está espalhada por aí”, declarou Flávia em desabafo postado nos stories do Instagram.

Uma reportagem da Agência Pública revelou que o governo do presidente Jair Bolsonaro financiou influenciadores para falarem a respeito de ‘atendimento precoce’ contra a Covid. A verba saiu de um investimento total de R$ 19,9 milhões da campanha publicitária denominada “Cuidados Precoces COVID-19”.

Na época, a influenciadora fez uma publicação na rede social orientando seus seguidores a solicitar tratamento precoce a um médico caso sentissem qualquer sintoma que indicasse infecção por coronavírus.

Flávia disse ainda que “não se mete com político” e tem nojo dos governantes do Brasil. “Não me meto com político, acho que o que os governantes fazem com a gente é fazer todo mundo de palhaço, eu tenho nojo de falar de quem governa do nosso país”.

A influenciadora gospel Jessika Taynara também recebeu dinheiro do governo para falar do mesmo tema. Assim como Flávia, ela também chorou ao se justificar.

A jornalista e escritora Nina Lemos comentou o choro das influenciadoras. “Imagine a cena. A presidente de uma empresa comete um erro terrível, que pode resultar na morte de pessoas. Para piorar, o erro foi cometido com dinheiro do governo. O que ela faz quando é descoberta? Assume a responsabilidade? Não, ela chora como uma criança de quatro anos, se fazendo de menina ingênua que foi enganada. Já pensou algo assim acontecer? Absurdo, não?”, observou a jornalista.

“Nada contra o choro, muito pelo contrário, mas a reação delas parecia de colegiais que foram pegas colando. Só que elas não são mais crianças, são adultas que lucram, e muito. Na hora de lucrar, elas parecem se comportar como adultas, já que ganham dinheiro de gente grande. Já na hora de assumir responsabilidade, vão fingir que são menininhas indefesas? Vão apelar para o estereótipo machista da mulher bobinha que “olha, veja bem, não sabe o que está fazendo?”, acrescentou.

“Uma sugestão para as influenciadoras que aceitaram propaganda do governo e agora choram: leiam o contrato, saibam o que estão divulgando. Consultem especialistas. Ou seja, façam um trabalho sério. E engulam o choro”, finalizou Nina.

Vídeo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: