Bretas virou de vez um capacho desesperado por vaga no STF do Bolsonaro

Veio a publico hoje uma decisão do juiz Marcelo Bretas que bloqueou contas dos advogados do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin e Roberto Texeira, mesmo sendo ato de fevereiro não tira nossa certeza que o juiz corre no desespero para se alinhar cada vez mais ao fascismo.

Da Redação

Marcelo Bretas, que foi punido pelo Órgão Especial do Tribunal Regional Federal da Segunda Região, por 12 votos a 1, o juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal do Rio, com a pena de censura. A OAB tinha entrado com uma representação junto ao Conselho Nacional de Justiça pedindo que o juiz fosse investigado sob a suspeita de atuação político-partidária e por “autopromoção e superexposição” segundo o UOL. Bretas é mais um daqueles juízes bolsonaristas que depois da queda de Moro pratica crimes para agradar seu chefe Bolsonaro e pra isso não mede esforços e muito menos tem vergonha, coisa de gente sem caráter mesmo..

Neste domingo veio a publico mais uma atitude digna de uma perseguição política que quebra a ordem democrática e ameaça de forma perigosa a pratica da advocacia. Está é mais uma prova que bloqueio ilegal das contas do escritório de advocacia que faz a defesa do ex-presidente. “A medida absurda é mais um ataque à reputação do advogado Cristiano Zanin Martins, por ter denunciado e comprovado os métodos criminosos da Lava Jato”. Fatos narrados há tempos pela camada “Vaza Jato”.

Bretas tem que atingir de alguma forma o ex-presidente Lula, pra isso usa praticas inimagináveis para matar não só dois, mais três coelhos com uma tacada só. Assim sendo, tenta a qualquer preço fazer com que Lula não prove sua inocência, desmoraliza a democracia e de quebra ganha vaga no STF que é seu alvo principal.

Em nota, o PT repudia toda atitude do assumido candidato ao STF , Conclama de maneira solidária ao advogado Cristiano Zanin Martins e chama os democratas e toda a sociedade a repudiar mais esse ataque ao estado de direito em nosso país.”Conclama a sociedade em geral que não aceite esse tipo de atitude no ambiente do judiciário brasileiro, que para se tornar um partido político falta muito pouco. O nome já foi criado, agora é obter a assinatura de 101 fundadores, distribuídos em pelo menos nove estados. Em seguida registrar a legenda no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: